Equipamentos de proteção individual (EPIs)

10-04-2020 23:11

O que são equipamentos de proteção individual (EPIs)?

 

Equipamentos de proteção individual (EPIs) são dispositivos em que a sua utilização protege contra possíveis ris cos e ameaças à saúde e segurança durante o exercício de uma determinada atividade.

 

De acordo com o decreto de lei n.º 348/93, de 1 de outubro EPI é “todo o equipamento, bem como qualquer complemento ou acessório, destinado a ser utilizado pelo trabalhador para se proteger dos riscos para a sua segurança e para a sua saúde”.

 

A utilização dos EPIs têm como objetivo proteger o utilizador, bem como, outras pessoas que estiverem em contacto direto com o utilizador. O uso deste tipo de equipamentos só deverá ser contemplado quando não for possível tomar medidas que permitam eliminar os riscos de contaminação.

 

Quais são os principais grupos de EPI

 
  1. Proteção da cabeça;
  2. Proteção facial;
  3. Proteção de corpo;
  4. Proteção de braços e mãos;
  5. Proteção de pernas e pés.

  

1. Proteção de cabeça

 
Toucas
  • Deve ser usada justa à cabeça de modo a cobrir todo o cabelo e orelhas
  • É geralmente utilizada para proteção em procedimentos potencialmente geradores de grande quantidade de aerossóis e salpicos de fluídos orgânicos.

 

Toucas Descartáveis

 

Balaclava
  • Protege a região do crânio, pescoço e região superior do tronco de agentes contaminantes. 
  • São impermeáveis.
 

Balaclava Impermeável

 

2. Proteção Facial

 
Óculos de Proteção
  • O uso de óculos de proteção é feito em procedimentos onde existe o risco contaminação por projeção de salpicos de fluídos orgânicos para a zona ocular e sempre em procedimentos geradores de aerossóis.
  • Para a proteção da zona ocular devem ser usados óculos de proteção. Os óculos de proteção devem cobrir a parte lateral da zona ocular.

 

óculos de proteção

 

 

Viseiras de proteção facial
  • A viseira de proteção facial é normalmente usada com o objetivo de criar uma barreira física que impeça o contacto de aerossóis e salpicos de fluido orgânico com a face.
 

viseira de proteção facial

 

Máscaras
  • A máscara deve ser ajustada de modo a cobrir a totalidade do nariz, boca e queixo.
  • A máscara não deve ser tocada durante sua utilização.
  • Devem ser retiradas logo quando não necessárias.(Não colocar ao redor do pescoço).
  • A remoção de ser feita tocando unicamente a partir das fitas de elástico.
 
 

Remoção da máscara

 

Máscaras de papel
  • São as máscaras mais fáceis de respirar.
  • Cria uma barreira física entre o agente transmissor e o utilizador, no entanto não tem filtros.
  • Não oferecem proteção contra fluídos ou pequenas partículas.
  • Cria uma barreira física a grandes partículas.
 

Máscaras de papel descartável

Máscaras cirúrgicas
  • Máscaras faciais cirúrgicas descartáveis são fácies de respirar.
  • Têm um suporte para o nariz integrado( têm clipe ajustável ao nariz).
  • Oferecem proteção contra fluídos e partículas grandes.
  • Não oferecem proteção contra pequenas partículas.
 
 

Máscaras cirúrgicas descartáveis com elástico

 

Máscaras KN95 FFP2
  • São mais difíceis de respirar em relação às anteriormente referidas.
  • Podem ser descartáveis ou reutilizáveis (varia de acordo com o fabricante).
  • Protegem de partículas de grandes dimensões e fluídos.
  • Têm um filtro que confere 95% de proteção contra partículas de pequenas dimensões.

Máscaras KN95 FFP2

3. Proteção Corporal

 
Aventais, batas e fatos de proteção
  • Devem ser usadas em situações que envolvam contacto direto, com pessoas, que possa resultar em contaminação por fluídos ou salpicos de material orgânico ou aerossóis.
  • Quando o risco de exposição a agentes contaminantes é menor deverá ser utilizada avental para evitar a contaminação da roupa. Todavia, se o risco for maior deverá usar bata, ou ainda, utilizar fato de proteção se o risco de exposição aumentar.
 

avental de proteçãobata de proteçãofato de proteção

 

4. Proteção de mãos e braços

 
Manguitos
  • Cobrem o antebraço, são impermeáveis e são utilizadas para proteção em procedimentos onde existe o risco de contaminação por contacto com fluídos ou materiais orgânicos.

 

manguitos descartáveis

 

Luvas descartáveis
 

Devem ser utilizadas por três motivos:

  1. Como método barreira para prevenir a contaminação das mãos ao realizar procedimentos que resultem no contacto com sangue, secreções, excreções, mucosas e outro fluídos orgânicos.
  2. Como método barreira para prevenir que o microrganismo presente nas mãos da pessoa seja transmitido a outros doentes quando se executam procedimentos invasivos ou cuidados que tocam nas muscosas ou pele não íntegra;
  3. Como método barreira para prevenir que as mãos dos profissionais de saúde contaminadas transmitam esses microrganismos a outros doentes.
 
 

Podem ser compostas por:

Late x
  • As luvas de latex são produzidas a partir de borracha natural. O latex é um material muito adaptável que confere às luvas a sua elasticidade e suavidade. No entanto como é um produto natural algumas pessoas poderão ser alérgicas ao latex.

luvas em latex

 

V inil
  • As luvas de vinil sintético são constituídas por resinas sintéticas de cloreto de polivinil, não sendo feitas com borracha natural como o latex, são ideais para evitar problemas alérgicos. No entanto, estas são menos resistentes a perfurações do que o latex.

luvas em vinil

 

Nitrilo
  • As luvas de Nitrilo são fabricadas com polímeros sintéticos, o que confere às luvas maior resistência à punção do que a luvas de latex. São constituídas por material sintético, sendo como as luvas de vinil indicadas para pessoas que são alérgicas à borracha natural como o latex.
 

luvas de Nitrilo

 

Luvas de palhaço (Luvas de Polietileno)

  • São utilizadas em procedimentos de manuseamento e limpeza que requerem destreza.
  • São as menos utilizadas na área da saúde geralmente, usados em indústria ligeira, mecânica.
  • Protegem as mãos de materiais abrasivos.
 

Luvas de palhaço (Luvas de Polietileno)

Todas estas luvas podem ser com pó ou sem pó:

  • Os pós das luvas têm na sua composição amido de milho, o pó tem o propósito de facilitar a colocação das luvas, mas em certos indivíduos podem causar alergia.
  • O pó, não afeta qualquer funcionalidade, durabilidade ou resistência da luva.
 
 

5. Proteção de pernas e pés

 
Calçado Profissional
  • O calçado dever ser antiderrapante, limpo e deve apoiar e cobrir todo o pé a fim de evitar a contaminação com sangue e outros fluídos orgânicos ou lesão com material corto-perfurante.

Calçado Profissional

Protetor de calçado
  • O uso de protetores de calçado ou cobre sapatos é indicado quando o processo de colocação e remoção não resulte na contaminação das mãos, além disto o uso de protetores de calçado poderá levar à dispersão desnecessária de partículas.

cobre sapatos

Factos a considerar:
 

Um equipamento de proteção individual pode ser constituído por vários meios ou dispositivos associados de forma a proteger o seu utilizador contra um ou vários riscos simultâneos.

 

A seleção de EPIs deve ser baseada numa avaliação do risco de transmissão dos microrganismos (de e para o utilizador) e o risco de contaminação da pele, mucosas ou da roupa com fluídos orgânicos.

 

  1. Os EPIs em regra geral, são de uso único a não ser que o fabricante indique o contrário.
  2. Os EPIs devem ser removidos de forma a que  não sejam uma fonte de contaminação.
  3. Após remoção deverá ser descartado.
  4. Após a remoção de qualquer EPI as mãos devem ser higienizadas.
  5. A utilização de EPIs não impede a utilização de regras básicas de segurança e higienização.
 
 
Bibliografia:
 

https://www.dgs.pt/directrizes-da-dgs/normas-e-circulares-normativas/norma-n-0132014-de-25082014-pdf.aspx

https://covid19.min-saude.pt/dispositivos-medicos-e-equipamentos-de-protecao-individual/

https://www.dgs.pt/directrizes-da-dgs/normas-e-circulares-normativas/norma-n-0072020-de-29032020-pdf.aspx

https://www.infarmed.pt/documents/15786/3584301/Mascaras+Versus+EPIs/733267cf-46d3-c102-bc19-bb5e1b6048a0

https://www.apsei.org.pt/areas-de-atuacao/seguranca-no-trabalho/equipamentos-de-protecao-individual/

https://www1.ipq.pt/PT/Normalizacao/FerramentasPME/Documents/Guia_EPI_Web.pdf

 

 

 

Equipamentos de proteção individual (EPIs)

Não foram encontrados comentários.

Novo comentário