O que é a epicondilite (cotovelo de tenista)?

23-02-2018 22:22

Epicondilite

dor de epicondilite

 

A epicondilite, também denominada cotovelo de tenista, é uma inflamação dos tendões do cotovelo na zona de inserção dos músculos extensores do punho e dos dedos.

epincondilite medial - cotovelo de tenista

Apesar do nome remeter à prática desportiva apenas uma pequena franja da população com este diagnóstico é apontada como atleta, esta afecção é causada pelo trauma provocado por esforços/tracções repetidas que envolvam a extensão da musculatura do punho e dedos, a sua sobre-utilização causa microrupturas no tendão.

 

Deste modo a epicondilite pode afectar trabalhadores que realizam nas suas atividades, movimentos de forma repetida e inadequada, por exemplo, funcionários de restauração, limpeza industrial, operários fabris de linha de montagem, etc. 

Epicondilite

 

Sintomas:

Inicia com uma leve dor localizada na face externa do cotovelo que pode estender-se pelo antebraço.

Caso o esforço repetitivo se mantenha, sobrecarregando a região do antebraço, a área afetada irá tronar-se dolorosa ao toque e esta dor poderá irradiar até o punho.

 

Tratamento:

Geralmente é um tratamento conservador, através do uso de antiinflamatórios não hormonais e sessões de fisioterapia. Aconselha-se o uso de braçadeiras funcionais de forma a reduzir a força de tracção dos músculos sobre a inserção tendionosa.

almofada de epicondilite

As braçadeiras possuem no seu interior uma almofada em espuma moldada que graças ao seu design com um canal próprio para a passagem do tendão, fornece uma pressão selectiva, no momento de contracção durante o esforço.

 

Na sua constituição está uma placa termoplástica pré-moldada que se adaptam à anatomia do antebraço que  juntamente com pontos em silicone permite uma boa aderência à superficie da pele.

 

 Braçadeira de epicondilite

A redução da tensão sobre o tendão reduz a inflamação e por consequência alivia a dor.

 

A utilização de dispositivos ortóticos como as braçadeiras poderão ser utilizadas na fase aguda para reduzir a inflamação quer numa fase preventiva para a prática desportiva por forma a previnir a lesão.

 

Em individuos que não sejam atletas, após um episódio de epicondilite, recomenda-se exercicios de fortalecimento muscular e a utilização da braçadeira de forma preventiva na execução de maiores esforços para evitar reincidências da inflamação.

 

Conheça os vários modelos e preços das bandas e braçadeiras de epicondilite

 

 

O que é a epicondilite?

Não foram encontrados comentários.

Novo comentário