Doença de Sever

23-08-2018 00:34

Doença de Sever (Inflamação do Tendão de Aquiles)

 

A doença de Sever, também conhecida como apofisite do calcâneo, trata-se de uma inflamação na apófise do calcâneo e é uma desordem óssea dolorosa que resulta da inflamação (inchaço) da placa de crescimento no calcanhar, que acomete crianças e adolescentes fisicamente ativos ocorrendo com maior frequência em indivíduos do género masculino.

 

O calcâneo (osso do calcanhar) desenvolve-se em duas partes. Até que haja a completa calcificação óssea, ocorrida entre os 8 e 16 anos de idade, ambas as partes são ligadas por uma cartilagem, as placas de crescimento ou placa epifisária, que é uma área no final de um osso em desenvolvimento, onde as células da cartilagem se transformam, ao longo do tempo, em células ósseas. Quando isso ocorre, as placas de crescimento expandem-se e unem-se, resultando no crescimento do osso.

Sintomas Doença de Sever

Durante o pico de crescimento da puberdade precoce, o calcâneo às vezes cresce mais rápido que os músculos e tendões das pernas. Isso pode fazer com que estes se tornem muito “apertados” e sobrecarregados, tornando o calcanhar menos flexível e comprimindo a placa de crescimento. O tendão de Aquiles é o tendão mais forte que se liga à placa de crescimento no calcanhar. Com o passar do tempo, o stress repetido (força ou pressão) no tendão de Aquiles, já estreito, danifica a placa de crescimento, causando o inchaço, sensibilidade e dor, que provoca um crescimento anormal do osso (muito parecido com a doença de Osgood Schlatter do joelho).

 

A doença de Sever também pode ser resultado de ficar muito tempo em pé, o que coloca uma pressão constante no calcanhar. Sapatos mal ajustados, que não fornecerem suporte ou acolchoamento suficiente para os pés ou friccionam a parte de trás do calcanhar, também podem contribuir para o desenvolvimento da inflamação.

Doença de Sever

A doença de Sever é a causa mais comum de dor no calcanhar em crianças e é frequentemente associada a um episódio de crescimento rápido. Em 61% dos casos é bilateral, e normalmente a dor piora com a atividade. Ocorre com maior frequência entre os 7 e 15 anos de idade, sendo que a maioria dos casos concentram-se entre os 10 e 14 anos.

 

Embora a doença de Sever possa ocorrer em qualquer criança, estas condições aumentam as probabilidades de isso acontecer:

  • Pronação do pé: (inclinação lateral interna do pé, ao andar), o que provoca tensão e torção do tendão de Aquiles, aumentando assim a sua tração na placa de crescimento do calcanhar
  • Arcada plantar plana (pé chato) ou alta (pé cavo), que afeta o ângulo do calcanhar no pé, causando tensão e encurtamento do tendão de Aquiles
  • Síndrome da perna curta (uma perna é mais curta que a outra), o que faz com que o pé da perna mais curta “dobre para baixo” para alcançar o chão, puxando o tendão de Aquiles
  • Excesso de peso ou obesidade, o que coloca pressão na placa de crescimento

 

As manifestações clínicas desta doença incluem:

  • Dor ou sensibilidade num ou nos dois calcanhares, geralmente na parte de trás. A dor também pode se estender para os lados e parte inferior do calcanhar, terminando perto do arco do pé.
  • Início gradual, insidioso, que piora com o exercício e alivia com o repouso
  • Inchaço e vermelhidão no calcanhar
  • Dificuldade em andar
  • Desconforto ou rigidez nos pés ao acordar
  • Desconforto quando o calcanhar é apertado, em ambos os lados
  • Coxear, ou caminhar na ponta dos pés, para evitar pressão no calcanhar

 

O diagnóstico é feito com base no histórico e manifestações clínicas apresentadas pela criança e por um exame clínico por parte do ortopedista e do fisioterapeuta. Embora exames radiográficos não possam evidenciar lesões na cartilagem, são úteis uma vez que podem excluir uma fratura óssea como a causa da dor.

 

O tratamento conservador engloba não só a limitação de atividades desportivas como também a utilização de calçado bem ajustado com elevação do calcanhar. Também poderão ser utilizadas palmilhas de amortecimento para o calcâneo e realizar-se crioterapia localizada. Poderá recorrer-se a medicação anti-inflamatória não esteróide.

 

Calçado de Criança

Doença de Sever

Não foram encontrados comentários.

Novo comentário