Quais as patologias mais usuais em ortopedia ligeira?

17-01-2016 17:19

Ortóteses mais usuais e aplicação

 

Vamos tentar de forma sucinta e descritiva dar informação pertinente das patologias e produtos associados à prescrição das mesmas, ao nível das ortóteses mais usuais. Com prevalência das ortóteses ao nível dos membros superiores, inferiores e tronco.

 

Ortóteses de membro superior

 

Imobilizador de Clavícula

 

Imobilizador de Clavícula

 

O imobilizador de clavícula permite a retracção dos ombros ajudando no tratamento correcto de fracturas da clavícula. Também poderá ser utilizado em situações em que há necessidade de repouso com um certo limite de mobilidade e para ajudar na correcção postural.

 

Ele exerce uma ampla pressão sobre o acrómio, na zona superior do úmero e no delta peitoral, originando uma retracção confortável e tolerável na zona dos ombros. Feito de um tecido em micro fibras e acolchoado, torna-se bastante confortável para o utilizador, Os cintos de regulação são independentes o que permite posicionar à altura desejada para exercer a tracção necessária.

 

Suporte simples de braço

 

Suporte de braço

 

Este modelo transpirável, torna-se bastante mais confortável para o utilizador, pois permite a circulação de ar, não deixando o braço aquecer demasiado. Tem um apoio almofadado para dar mais conforto na zona do pescoço. Serve para dar apoio ao antebraço e cotovelo, em situações pós-cirúrgicas ou em situações de lesões especificas.

 

 

Suporte de braço com imobilizador de ombro

 

Suporte de braço com imobilizador de ombroSuporte de braço e imobilizador de ombro

 

Existem variados modelos deste dispositivo, servindo para suportar o antebraço e cotovelo e imobilizar a articulação do ombro, através de uma banda que passa, ou na cintura ou na zona torácica, de forma a impedir que o ombro sofra algum movimento. Este imobilizador usa-se em variadas situações que impliquem lesões a nível da articulação do ombro (luxações, sub-luxações, pós-operatórios).

 

 

Pulso Imobilizador Ambidestro com Tala Semi-Rigida Palmar

 

Pulso Imobilizador Ambidestro com Tala Semi-Rigida Palmar

 

Características: Pulso fabricado em veludo transpirável com  sistema triplo de imobilização que é composto por uma tala palmar em alumínio semi-rígida assim como barras médio laterais anatómicas e moldáveis para uma melhor colocação. Desenhada de maneira ambidestra o que permite ser adaptada tanto para a mão esquerda ou direita.

 

É aconselhada para casos de necessidade de estabilização, imobilização e suporte do pulso ou punho. Normalmente usa-se em casos de lesões pós traumáticas, pós operatórias, sequelas dolorosas e inflamatórias, instabilidades e durante a reabilitação (Ex: Tendinites, Síndrome do Túnel Cárpico).

 

Pulso Elástico Aberto com Tala Flexível Palmar Amovível  (modelo curto e longo)

 

Pulso Elástico Aberto com Tala Flexivel Palmar Amovivel longoPulso Elástico Aberto com Tala Flexivel Palmar Amovivel curto

 

Ambos os modelos servem para estabilizar e imobilizar a articulação do pulso. Fabricado em elástico acolchoado e forrado em algodão anelado muito resistente e suave, com fecho ajustável em velcro que dá uma maior adaptação da ortótese e tala em alumínio flexível, moldável e amovível para controlo da flexão. É indicado para afecções do tubo carpiano, tendinites, sequelas dolorosas ou inflamatórias, instabilidades e durante a reabilitação física.

 

Pulso Elástico Curto Aberto com Tala de Polegar Amovível

 

Pulso Elastico Curto Aberto com Tala de Polegar Amovível

 

 

Pulso elástico acolchoado e forrado em algodão anelado muito resistente e suave, com tala de polegar em alumínio flexível, moldável e amovível para controlo da flexão do primeiro dedo. É indicada para imobilizar e estabilizar a articulação carpometacarpica e matacarpofalangica do primeiro dedo em caso de tendinites e outras lesões associadas.


Pulso Elástico Comprido Aberto com Tala Flexível Palmar e Polegar Amovível

 

Pulso Elastico Comprido Aberto com Tala Flexivel Palmar e Polegar Amovível

 

Idêntica as anteriores, esta tala é indicada para controlo e estabilização da articulação do pulso e trapezio-metracarpiana (polegar). É utilizada em lesões combinadas da articulação do pulso com o polegar, afecções do túnel cárpico, tendinites, tenossinovites, sequelas dolorosas e inflamatórias, instabilidades das articulações carpometacarpianas e metacarpofalângicas.

 

Tala rígida do polegar em alumínio

 

Tala rígida do polegar em alumínio

 

 

Tala rígida do polegar em alumínio é indicada para lesões dos ligamentos laterais da articulação do polegar (polegar de esquiador), irritação das articulações do polegar (ex. rizartrose) e outras lesões associadas.

 

É ajustável individualmente graças à construção em alumínio, sendo simples de colocar.

 

Tala imobilizadora do polegar

 

Tala imobilizadora do polegar

 

Tala imobilizadora do polegar é indicada para lesões das articulações carpo-metacarpais e metacarpo-falangeais do polegar,  que necessitem de uma estabilização e imobilização do polegar. Também é recomendada em casos de artrite reumatoide.

 

 

Tala forrada postural de polegar transpirável

 

Tala forrada postural de polegar transpirável

 

A tala postural de polegar fabricada em termoplástico e forrada com filamento perfurado transpirável torna-a ajustável anatomicamente através de calor mediante pistola de ar quente, adaptada por um técnico. Isto ajuda ao melhor ajuste e estabilização da articulação do polegar.

 

Tem como função a imobilização das articulações metacarpofalângicas do polegar (pós-traumática e pós-cirurgico). Limita os movimentos na zona distal do pulso e proximal (flexão-extensão) e também o desvio radial e cubital. Normalmente é indicada para tendinites, sequelas dolorosas e inflamações, instabilidades nas articulações metacarpo-falângicas.

 

 

Tala de Stack

 

Tala de Stack

 

Tala de Stack fabricada em polipropileno tem a parte inferior que protege a zona distal do dedo e articulação interfalangica distal, tem forma dedal para proteger e alojar a polpa do dedo. A parte superior está em consolidação com a inferior existindo uma zona livre na parte da unha. A utilização desta tala leva á imobilização da articulação interfalangica distal mantendo em extensão a mesma, permitindo a troca de movimentos da articulação interfalangica proximal, evitando possíveis efeitos adversos sobre as restantes articulações. É indicada em lesões na zona distal do dedo(ponta) de forma a poder imobiliza-la.

 

Braçadeira para epicondilite

 

Braçadeira epicondilite

 

A braçadeira para epicondilite tem almofadas com pontos de pressão em silicone assim como uma placa termoplástica moldada que aderem à superfície que está sobre pressão. Ao fazer esta pressão, vai aliviar os tendões, de forma a minimizar a dor e estabilizar. É utilizada em casos de epicondilite radial 

(ex.: tenistas) e epicondilite cubital (ex.: golfistas).

 

 

Ortóteses do membro inferior

 

 

Joelheira elástica com rotula aberta e barras laterais flexíveis

 

JOELHEIRA EM LYCRA RÓTULA ABERTA E BARRAS FLEXÍVEIS LATERAIS 28CMJOELHEIRA EM LYCRA RÓTULA ABERTA E BARRAS FLEXÍVEIS LATERAIS 35CMJOELHEIRA EM LYCRA RÓTULA ABERTA E ABERTURA EM TODA A LONGITUDE COM BARRAS FLEXÍVEIS LATERAIS 35CM

 

Existem vários modelos deste tipo de joalheira, variando comprimentos das mesmas e se tem ou não abertura em toda a sua longitude. Esta joelheira apoia, comprime e estabiliza a articulação do joelho ajudando em dores, lesões e ligeiras contusões e instabilidades. Algumas delas, em volta da rotula tem uma almofada em silicone que produz uma micromassagem que estimula a reabsorção de edemas e hematomas.

 

Joelheira com rotula aberta e articulação policêntrica

 

JOELHEIRA EM LYCRA RÓTULA ABERTA COM ARTICULAÇÕES POLICÊNTRICAS LATERAIS E BANDAS DE AJUSTE EM VELCRO 35CMJOELHEIRA EM LYCRA RÓTULA ABERTA E ABERTURA EM TODA LONGITUDE COM ARTICULAÇÕES POLICÊNTRICAS LATERAIS 35CM

 

Muito idêntica á anterior, esta joelheira tem uma articulação policêntrica, que correctamente alinhada com o joelho, articula na sua totalidade. É indicada para situações que necessitem de apoio, compressão, ajustamento e alguma estabilidade, mas permitindo que o joelho continue com o seu funcionamento normal. (ex.: Inflamações nas artroses, artrites, dores articulares, tendinites e instabilidades ligeiras).

 

Joelheiras envolventes

 

JOELHEIRA ENVOLVENTE COM ARTICULAÇÕES POLICÊNTRICAS 35 CMJOELHEIRA ENVOLVENTE COM BARRAS MÉDIO-LATERAIS 28CM

 

Com as mesmas características que as duas anteriores, estas joelheiras tem a vantagem de serem muito mais fáceis de calçar e mais fáceis de ajustar a compressão necessária na respectiva zona. Com tiras de velcro para fechar, estas abrem na tua totalidade, fazendo com que o ajuste seja mais simples.

 

  

Pé elástico com banda elástica cruzada

 

Pé elástico com banda elástica cruzada

 

Segura e estabiliza a articulação nas lesões ligeiras, entorses e derrames. É uma boa alternativa às ligaduras funcionais, reduzindo o tempo de utilização.

 

 

Estabilizador de tornozelo com placas laterais

 

ESTABILIZADOR DE TORNOZELO COM PLACAS LATERAIS

 

Utilizado em casos de entorses, esta ortótese dá suporte e estabilização média-lateral, mantendo na mesma a total mobilidade da articulação.  É utilizada também em imobilização pós-lesão, recuperação funcional, instabilidades, prevenção contra lesões desportivas.

 

 

 

Imobilizador de tornozelo tipo “Walker”

 

IMOBILIZADOR DE TORNOZELO “ARTICULADO-WALKER”IMOBILIZADOR DE TORNOZELO “FIXO - WALKER”IMOBILIZADOR DE TORNOZELO “FIXO - WALKER” - CURTA

 

Este tipo de dispositivos são utilizados para imobilizar o tornozelo podendo ser fixa a articulação a 0º ou ter a possibilidade de ser regulada entre os 0º e os 45º,e ser curta ou longa, dependendo do caso. A sua estrutura inclui uma sola anti deslizante e em forma de “balancin” para facilitar o caminhar.

 

Dependendo do caso pode ser usada para casos de fractura metatarsiana, bunionectomía, lesões nos tecidos moles, pós-cirúrgica, lesões na zona frontal do ante-pé, maléolo, calcâneo e entorses graves na zona do tornozelo.

 

 

Ortóteses de Tronco

 

Ortóteses de coluna

 

Correctores Posturais

 

Corrector Postural DorsalCorrector dorsal Postural

     

Existem alguns tipos de correctores posturais, em que as principais diferenças entre eles são o tipo de material e a forma de colocar, sendo uns mais fáceis do que outros.

 

Normalmente são em tecido elástico transpirável acolchoado com duas faixas que se prolongam sobre os ombros passando pela zona das axilas cruzando-se na zona traseira, o que permite exercer uma tracção gradual na zona dorsal obrigando a pessoa estar na posição correcta. Esta correção pode ser feita desta forma ou através de um modelo tipo “colete” que se torna mais fácil de aplicar. Em qualquer um deles não é recomendável utilizá-la mais de 3-4 horas por dia. O objectivo é ir usando ao longo do dia durante curtos períodos de tempo, fazer um descanso e voltar a usar por mais um período, de forma a corrigir gradualmente a postura sem ser depois necessária a utilização do corrector. É indicado também para dorsalgias e ginástica terapêutica.

 

Faixas abdominais elásticas

 

FAIXA ABDOMINAL ELÁSTICAFAIXA ABDOMINAL 3 BANDAS 24-24 CM

 

Para suporte abdominal e ligeiro suporte lombar, estas faixas são normalmente recomendadas em pós-operatórios abdominais ou pós-partos. São constituídas de tecido transpirável ou algodão, almofadadas na zona abdominal e tem um fecho em velcro para melhor ajuste

 

Cintas Sacrolombares

 

FAIXA SACROLOMBARCINTA SACROLOMBAR “LUMBITRON” ALTA CINTA SACROLOMBAR CLASSIC” CINTA SACROLOMBAR FORTE

 

 As cintas lombares são importantes para vários problemas comuns no dia a dia a nível da coluna ou dos seus músculos circundantes. Feitas de material elástico, dispõe de quatro barras flexíveis, que reforçam a zona lombar e, por vezes trazem uma placa lombar amovível em esponja para dar calor na zona lombar. Muito confortável e cómoda de usar, fazem forte contenção e apoio sacrolombar, adaptando-se às diferentes anatomias. É indicada em lombalgias, lombociáticas, espondiloartroses, hérnias discais, etc.

 

Cinta lombar de motorista

 

CINTA LOMBAR MOTORISTA 16-26CM

 

A Cinta Lombar de Motorista é em tecido elástico transpirável com bandas cruzadas que passam pela zona posterior. Dispõe de barras flexíveis e bandas de ajuste em velcro. Mais reforçada que as cintas lombares normais, suporta e estabiliza a região lombosacra em situações de sobrecarga de posição. Indicado para lombalgias, lombociaticas, sobrecargas de trabalho ou desportivas.

 

Cinta Dorsolombar

 

FAIXA DORSOLOMBAR 3-TEX LUMBO CINTA DORSOLOMBAR FORTE “LUMBITRON”

 

Estas cintas são idênticas ás lombares mas acompanham toda a coluna lombar e dorsal. Muito confortável e cómoda de usar, forte contenção e apoio dorsolombar, adaptação específica às diferentes anatomias, indicada em espondilartrose, atonia e debilidade muscular, processos degenerativos, dorsalgias, lombalgias, lombociáticas, hérnias discais, pós-operatorio, etc. Existem em vários tecidos e resistências, dependendo da necessidade de cada patologia.

 

 

Cintas de Contenção

 

Cinta de Contenção

 

A cinta de contenção ajuda no processo natural de cicatrização dos músculos abdominais, melhora a postura graças ao reforço elástico anterior e posterior. A zona de compressão localizada com malha reforçada na região abdominal, sem costuras desagradáveis para ajudar a uma silhueta perfeita. O tecido é elástico com quatro sentidos para maior conforto